Educação Financeira

Três dicas para começar sua reserva financeira

Três dicas para começar sua reserva financeira
Tempo de Leitura: < 1 minuto

Quando você passa por algum problema financeiro como a perda de um emprego, a necessidade de um remédio caro ou uma reforma urgente, é indispensável ter uma reserva de emergência para se apoiar. Apesar da importância de economizar para evitar contratempos, 65% dos brasileiros não possuem dinheiro guardado. A Cresol preparou dicas infalíveis para ajudar você a começar sua reserva financeira.

Organize suas finanças

Antes de qualquer coisa, organize suas despesas. Coloque no papel gastos essenciais, despesas com estilo de vida e prioridades financeiras. Você precisa registrar tudo isso e descontar da sua renda mensal para saber quanto dinheiro, de fato, ‘sobra’ no final do mês. A partir daí, você conhece os seus hábitos de consumo, cria sua meta de gastos, define o quanto pode destinar para cada coisa e estabelece o valor disponível para criar a sua reserva financeira.

Defina metas de economia

Ao organizar suas finanças, você sabe quanto precisa ter em sua reserva financeira para uma emergência e deve definir um valor realista para investir todo mês. Para quem não tem o hábito de poupar, o ideal é começar guardando de 5% a 10% da sua renda mensal. O valor é pequeno, mas aos poucos você terá dinheiro para eventuais emergências ou algo que não está planejado.

Invista em um produto financeiro de confiança

É importante escolher um produto financeiro seguro e com liquidez diária para garantir o seu bem-estar e o da sua família. Lembre-se de investir em aplicações que possam ser resgatadas em curto prazo, pois uma emergência não tem data marcada. Na Cresol, as opções de investimento possuem liquidez de curto, médio e longo prazo. Além disso, você pode programar a aplicação para o dia que escolher, assim poupar torna-se um hábito. 

Categorias: Educação Financeira