Comportamento

Tire suas dúvidas sobre o Imposto de Renda 2022

Tire suas dúvidas sobre o Imposto de Renda 2022
Tempo de Leitura: 3 minutos

Se preferir, ouça a narração deste artigo:

Quem teve rendimentos tributáveis no ano passado precisa declarar o Imposto de Renda 2022. Embora o prazo só comece em março, é importante se organizar desde já. Você pode, por exemplo, reunir os documentos necessários para a declaração, evitando aquela correria de última hora.

O artigo de hoje traz as principais informações sobre o IR. Fique conosco para tirar suas dúvidas.

O que é Imposto de Renda?

O Imposto de Renda, ou apenas IR, é uma taxa cobrada pelo governo federal todos os anos. Ela incide sobre os rendimentos de pessoas físicas (IRPF) e de empresas (IRPJ) do Brasil.

O valor é proporcional à renda. Ou seja: quem ganha mais paga mais, conforme a tabela da Receita Federal.

Entre os ganhos tributáveis, estão os rendimentos com aluguel de imóvel, investimentos financeiros e até mesmo o próprio salário, entre outros. Isso significa que uma parte do dinheiro será descontada nessas situações.

Porém, também existem os chamados rendimentos isentos ou não tributáveis. Alguns exemplos incluem caderneta de poupança, bolsas de estudo e heranças. Esses valores também devem aparecer na declaração do Imposto de Renda, mas não haverá desconto.

Quem deve declarar o Imposto de Renda 2022?

Deve realizar a declaração do IR todo contribuinte que tenha obtido um rendimento superior a R$ 28.559,70 em 2021. Isso dá uma média de R$ 2.379,98 por mês.

Outros grupos também precisam acertar as contas com o Leão, como se diz popularmente. A lista inclui:

– Quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados na fonte acima de R$ 40 mil;

– Quem obteve receita bruta decorrente de atividade rural no valor acima de R$ 142.798,50;

– Quem possui bens em seu nome num valor total superior a R$ 300 mil;

– Quem obteve ganho de capital na Bolsa de Valores.

Vale lembrar que o contribuinte pode incluir filhos, cônjuge e outros parentes como dependentes no Imposto de Renda. Desse modo, essas pessoas não são obrigadas a declarar. O site da Receita Federal traz mais detalhes sobre as isenções do IR.

Qual é a importância da declaração do IR?

A declaração do Imposto de Renda serve para acompanhar a evolução do patrimônio dos brasileiros. Em outras palavras, é uma forma de o governo federal conhecer melhor os contribuintes, além de verificar se há irregularidades no acúmulo de riquezas.

Sendo assim, a pessoa física que declara corretamente o IR evita problemas com a Receita Federal. Ela conseguirá comprovar renda com mais facilidade, o que ajuda na abertura de um negócio, na aquisição de crédito ou até mesmo na obtenção de visto para viajar a alguns países do exterior.

Ainda, muitos trabalhadores têm direito à Restituição do Imposto de Renda. Isso porque as empresas retêm parte do salário dos colaboradores, ao longo do ano, justamente para pagar esse tributo. Então, depois de deduzidas as despesas, quem apresenta ganhos inferiores ao valor mínimo acaba recebendo dinheiro de volta.

Quais são os prazos do Imposto de Renda 2022?

A declaração do Imposto de Renda ocorre entre os meses de março e abril. Nos anos de 2020 e 2021, o período foi ampliado em razão da pandemia de Covid-19, mas essa não costuma ser a regra.

Portanto, cuidado para não se atrasar! Em 2022, a data limite ficou marcada para o dia 30 de abril. Quem estoura o prazo de entrega pode pagar multa.

Quais são os documentos necessários para a declaração?

Para declarar Imposto de Renda em 2022, você deve reunir as seguintes informações:

– Nome completo, data de nascimento, CPF e grau de parentesco dos dependentes (se houver);

– Endereço atualizado;

– Cópia da última Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física entregue (se for o caso);

– Comprovantes de pagamento das despesas relativas ao ano de 2021, como plano de saúde ou escola dos filhos;

– Comprovantes de rendimentos ou ganhos obtidos em 2021. Pode ser o extrato da poupança, por exemplo.

Como fazer a declaração do Imposto de Renda 2022?

Existem três maneiras de declarar o IR 2022. A primeira delas é preencher o formulário no Portal e-CAC. Trata-se de um serviço fácil de usar, e que inclusive importa os dados do ano anterior, mas que tem algumas limitações.

A segunda opção é o aplicativo Meu Imposto de Renda, disponível para celulares e tablets. Você pode baixá-lo nas lojas App Store (para sistema iOS) ou Google Play (para sistema Android).

Por fim, tem o programa IRPF. Nesse caso, você baixa um software em seu computador e depois transmite a declaração pela internet. Essa é a alternativa mais completa, pois possibilita a importação de informações de declarações auxiliares.

O site da Receita Federal traz um passo a passo detalhado sobre como preencher os dados relativos ao Imposto de Renda 2022. Se restarem dúvidas, peça ajuda a um escritório de contabilidade.

Esperamos que o conteúdo de hoje tenha sido útil para você. Continue acompanhando o blog da Cresol para outras dicas sobre investimentos pessoais e educação financeira. Até a próxima!

Categorias: Comportamento , Educação Financeira