Educação Financeira

Férias: como entreter as crianças sem gastar muito

Férias: como entreter as crianças sem gastar muito
Tempo de Leitura: 2 minutos

Para pais e mães, dezembro é sinônimo de férias escolares. Preocupações como preparar a lancheira, lavar o uniforme, organizar o material, levar e buscar a criança no colégio, são deixadas de lado. Porém, nesse período surge uma nova dúvida: como entreter os pequenos sem perder o ânimo e o prejudicar o orçamento? 

Nesta época do ano, as despesas costumam aumentar e, muitas vezes, não sobra dinheiro para viajar ou para fazer programas caros. A Cresol preparou quatro dicas para ajudar você a se divertir e evitar gastos nesse momento. Confira!

1. Convide as crianças para pôr a mão na massa

Os pequenos precisam gastar energia e soltar a criatividade é um passo importante nesse processo. Ofereça papel, lápis de cor, giz de cera, tinta, tesoura, cola, glitter, lantejoulas, garrafas PET, massinha de modelar, argila e o que mais você tiver em casa para seus possam soltar a imaginação. Desafie as crianças a produzirem “obras” inesquecíveis.

2. Faça sessões de cinema

Quem não gosta de um bom filme com pipoca e aconchego? Proponha uma votação na família para definir um filme, prepare pipoca e divirta-se com uma sessão improvisada de cinema em casa.

3. Proponha atividades ao ar livre

As crianças adoram brincar ao ar livre. Leve seus pequenos para correr no parque, andar de bicicleta, realizar um piquenique, fazer bolhas de sabão, brincar de caça ao tesouro, soltar pipa e o que mais sua imaginação permitir. Além de gratuitas, essas atividades fazem bem para saúde e tiram seus filhos dos eletrônicos.

4. Substitua presentes e viagens caras por presença e afeto

Com as férias escolares, as crianças passam um tempo maior em casa. Com isso, muitos pais já pensam em comprar algo para entretê-las, mas esquecem que os filhos querem contar com a presença e o afeto dos pais. Planeje momentos em família e aproveitem a companhia uns dos outros. Esse é o melhor presente para o seu filho!

Categorias: Educação Financeira