Educação Financeira

5 dicas simples para começar a guardar dinheiro

Se você sonha com a casa própria, uma viagem de estudos ou outro projeto ambicioso, é necessário guardar dinheiro. As reservas financeiras vão garantir estabilidade para projetar seu futuro com segurança. Assim, fica fácil transformar um desejo em realidade.

Passo a passo: comece a guardar dinheiro hoje mesmo

Mas como começar uma poupança, se há tantas contas a pagar durante o mês? Pois acredite: a tarefa de juntar as economias pode ser mais simples do que muita gente imagina. Confira o passo a passo!

1. Defina seu objetivo

Antes de realizar uma atividade, você deve saber por que está fazendo aquilo. Talvez a dica pareça óbvia para algumas pessoas, mas se aplica perfeitamente à reserva financeira.

No caso, qual é o objetivo de guardar dinheiro? Seria para comprar equipamentos de trabalho? Ou para reformar a cozinha? Pagar a faculdade da filha, quem sabe?

Essa resposta permite a você estipular um orçamento, ou seja, um valor mínimo para que o objetivo se torne viável. A partir daí, dá para ter uma ideia do tamanho do esforço e do tempo que será preciso para juntar a grana.

2. Faça um planejamento

O próximo passo consiste na análise financeira. Basicamente, trata-se de avaliar as suas receitas (quanto você ganha por mês) e suas despesas (quanto gasta).

É importante que a conta feche no azul. Isso significa nunca gastar mais do que você arrecada. Desse modo, vai sobrar uma quantia mensal para investir na poupança ou em outra aplicação. (Falaremos disso já, já.)

Digamos que o montante seja de R$ 200 por mês. Se você precisa de R$ 5 mil para atingir o objetivo, serão 25 meses até a meta.

Dica: Faça agora seu planejamento financeiro!

Parece pouco? Então planeje-se para poupar mais e encurtar o prazo.

3. Monitore os gastos

A planilha financeira é a melhor amiga de quem quer guardar dinheiro. Neste instrumento, você vai registrar todas os pagamentos mensais. Tudo mesmo: boletos, compras no supermercado, ticket de estacionamento… Até o cafezinho no intervalo do trabalho entra na tabela.

A intenção, aqui, é encontrar maneiras de economizar. Por exemplo, se a conta de energia está alta demais, será que não há um meio de reduzir o consumo? Apagar as luzes e tirar os eletrônicos da tomada quando não estiverem em uso são atitudes eficazes. Lembre-se: qualquer centavo a menos nas despesas é um dinheirinho a mais no seu bolso.

Dica: 8 dicas para diminuir os gastos em casa

4. Crie um compromisso financeiro

Uma boa estratégia para adquirir o hábito de guardar dinheiro é tratar a reserva como um compromisso obrigatório. Faça de conta que essa quantia corresponde ao pagamento do serviço de internet, ou de um empréstimo com juros altíssimos.

Dica: separe a grana no início do mês, tão logo você receba seu salário. É para não correr o risco de gastá-la com bobagens.

Outro ponto importante diz respeito ao tipo de aplicação financeira escolhida. A poupança continua popular entre os investidores iniciantes, mas existem opções mais rentáveis, como os fundos de renda fixa. Informe-se sobre essas possibilidades.

Assista o vídeo abaixo e saiba mais sobre a importância de investir para garantir um futuro melhor!

5. Adote uma postura consciente

Por fim, evite o consumismo. Não estamos dizendo que você deva comprar apenas o básico e estritamente essencial. A questão é adquirir produtos que tenham uma utilidade, sem se deixar levar pelo impulso.

Às vezes, na ânsia de aproveitar uma promoção, a gente acaba gastando demais com coisas pouco ou nada úteis. Esse desperdício de recursos é um obstáculo para quem tem objetivos financeiros de longo prazo.

Dica: 8 hábitos sustentáveis que ajudam o planeta e economizam dinheiro

Portanto, mantenha sempre em mente o sonho que você quer realizar. Ele será a recompensa pelos eletrônicos fora da tomada, pelo detalhamento da planilha de gastos e por todos os sacrifícios feitos durante os próximos meses.

Gostou das dicas? Quer aprender mais sobre educação financeira? Em breve, traremos novidades aqui no blog. Até a próxima!

Categorias: Educação Financeira