Produção Rural

4 passos para otimizar o uso da terra no período de entressafra

A sazonalidade é uma característica comum da agricultura. Para respeitar os limites do solo e do próprio cultivo, a produção precisa acontecer em períodos determinados, seguindo uma variação de condições.

Ainda assim, o homem do campo ainda precisa, de alguma forma, manter as terras sempre produtivas. Afinal, o seu sustento e a manutenção da propriedade dependem disso.

Durante a entressafra, período difícil e de queda na produtividade, é preciso adotar estratégias para gerar renda com as terras e não as deixar paradas e desperdiçando potencial. Por isso, técnicas e soluções tecnológicas para melhorar o aproveitamento do solo durante o ano todo são sempre bem recebidos pelo setor.

Então, pensando em ajudar você, produtor, no post de hoje vamos apresentar 4 passos para otimizar o uso da terra no período de entressafra! Continue lendo e confira as tendências e inovações que te ajudarão a melhorar a sua produtividade e rentabilidade:

1. Entenda o que é entressafra

Bom, o primeiro passo para garantir a produtividade até na entressafra é entender o que esse termo quer dizer. De maneira simples e direta, entressafra é o espaço de tempo entre a colheita de uma safra e um novo plantio — que só deve acontecer com as condições climáticas favoráveis.

Em outras palavras, a entressafra é o período do ano (ou períodos, dependendo da cultura) em que o produtor, após realizar a colheita, fica aguardando o retorno das condições climáticas ideais para dar início a um novo ciclo de plantio.

Dica: Como planejar a nova safra

Geralmente, a entressafra segue o ciclo natural do clima da região, sendo que o normal é que ela ocorra nos períodos em que não chove.

Nesse contexto, o agricultor precisa entender a entressafra e saber em que período ela ocorrerá na sua propriedade. Assim, é possível prever melhor os seus efeitos e fica mais fácil encontrar alternativas para contornar esse período sem grandes problemas.

2. Elabore um planejamento

Agora que você já entende um pouco mais sobre entressafra, podemos avançar para outro passo importante para aproveitar melhor essa fase. A dica é usar esse período para fazer um planejamento para o próximo plantio.

Durante o período de entressafra, o agricultor deve analisar todas as características da propriedade e da safra que acabou de ser finalizada. Nesse sentido, ela é um dos melhores momentos para:

  • planejar as próximas atividades agrícolas;
  • fazer a recuperação do solo;
  • realizar a manutenção de máquinas e de outros equipamentos;
  • buscar e adotar novas ferramentas, que poderão ajudar no próximo ciclo.

A partir daí, é possível encontrar possíveis problemas e já estabelecer estratégias para evitar que eles se repitam no próximo plantio, garantindo mais produtividade e rentabilidade. E, quando esse planejamento e as manutenções necessárias são bem-feitas, a saúde financeira e a produtividade da propriedade são fortalecidas.

Dica: Tudo que você precisa saber sobre o crédito rural

3. Faça um mapa de produtividade

A tecnologia está a serviço do homem do campo. Logo, explorar os seus recursos e buscar novas alternativas para melhorar o dia a dia de trabalho é uma decisão importante, e que não deve ser deixada de lado.

Vale lembrar, por exemplo, que o agricultor tem hoje à sua disposição uma solução bastante interessante: a agricultura de precisão (AP).

Essa técnica funciona por meio de modernos sistemas de computador integrados às máquinas. E, a partir deles, é possível colher uma série de dados sobre a produtividade de cada faixa de terra da propriedade.

Dica: Como ser um produtor rural de sucesso?

A vantagem desse sistema é permitir que o produtor rural possa avaliar os resultados produtivos de cada área da sua fazenda, identificando quais delas estão com algum tipo de deficiência e necessitam de intervenção, e quais estão perfeitas e dispensam investimentos extras.

Assim, a técnica auxilia a elaborar um verdadeiro mapa da produtividade da propriedade rural, mostrando de forma clara e precisa — com ajuda do GPS — em quais faixas será preciso gastar com mais insumos, fertilizantes etc.

Com esses dados, no período de entressafra o agricultor pode realizar a manutenção das terras com menor índice de produtividade e utilizar as faixas mais produtivas para o plantio de culturas de inverno, por exemplo, aproveitando o máximo potencial das terras.

Para você ter uma ideia disso, muitos produtores de cana-de-açúcar estão investindo no plantio de amendoim na entressafra.

4. Utilize a integração de lavoura e pecuária

Outra medida bem eficiente e utilizada no meio agrícola para otimizar o uso da terra na entressafra é realizar a chamada integração lavoura e pecuária (ILP).

Como o próprio nome já indica, essa é uma técnica que consiste na conciliação das duas atividades (lavoura e pecuária) em um mesmo ano agrícola. E essa integração pode ser realizada de diferentes formas:

  • consórcio: o cultivo, ao mesmo tempo, de duas ou mais espécies vegetais;
  • sucessão: um cultivo intercalado entre espécies vegetais diferentes, uma após a outra;
  • rotação: quando há alternância de espécies vegetais, ocupando o mesmo espaço.

Com a ILP, há uma diversificação da produção, possibilitando o aumento da eficiência na utilização dos recursos naturais, a preservação do meio ambiente e a estabilidade da renda do produtor.

E a técnica ainda traz um grande benefício, não só por garantir a rentabilidade da propriedade na entressafra, mas também por contribuir para a recuperação do solo, evitando a exploração exaustiva de certos nutrientes que precisam de mais tempo para se recompor.

Dica: Produtos agrícolas: 7 dicas para melhorar a qualidade

Enfim, de um modo geral, a integração lavoura pastagem pode ser uma alternativa vantajosa em termos de utilização das terras, além de potencializar os resultados do próximo plantio com a preparação e descanso do solo.

Bom, como foi possível perceber, o período de entressafra pode ser muito melhor aproveitado se você, produtor rural, conhecer diferentes formas de manter a terra rentável, como as que mostramos neste post.

E, além disso, ainda é preciso entender que a entressafra pode ser um momento estratégico para planejar e executar ações que visem a melhoria das suas próximas safras.

Esperamos que o post tenha te ajudado! Se você gostou, compartilhe ele em suas redes sociais para que juntos possamos ajudar mais pessoas!

Categorias: Produção Rural