Comportamento

7 dicas para curtir o Carnaval gastando pouco

Tempo de Leitura: 3 minutos

Todo trabalhador merece se divertir, né? Tem época melhor para a farra que fevereiro? O problema está no exagero. Quem investe demais na diversão acaba perdendo o controle das finanças. Ainda bem que existem maneiras de curtir o Carnaval gastando pouco, e é sobre elas que vamos conversar hoje.

Dica: Os 10 mandamentos da educação financeira para 2020

Como poupar dinheiro no Carnaval

Tudo bem que folia lembra bagunça, mas, antes de se esbaldar no samba, você deve organizar a carteira. É como ter uma rede de proteção para amparar a queda, sabe? Pode brincar à vontade e até se arriscar um pouquinho, desde que não vá além das barreiras de contenção.

1. Defina o orçamento

O primeiro passo para a organização financeira no feriadão é saber quanto dinheiro você tem para torrar. Separe a quantia disponível. Ela será o seu teto.

Isso significa que todos os gastos relativos ao Carnaval deverão ficar dentro desse limite. Estamos falando de bebida, transporte e fantasia – e hospedagem, caso você inclua uma viagem no roteiro.

O preço da diversão dependerá do seu orçamento. Se a situação estiver apertada, talvez você precise cortar uns luxos. Troque o hotel por uma pousada, por exemplo.

2. Faça um planejamento

Um plano de atividades ajuda a projetar as despesas com muito mais precisão. Pergunte-se: vou a alguma festa durante o Carnaval? Pretendo pegar estrada nesse período? Quais passeios quero fazer? Qual é a opção mais barata?

Novamente, entre o desejo e a realidade, há a questão da grana. Digamos que a ideia original seja ir à praia. Esta é uma época disputada no litoral, então os valores de alimentação e hospedagem podem estar mais salgados que a água do mar.

Já pensou em visitar a serra? Ou mesmo dar umas voltas pela sua região? Quem sabe você descubra programações alternativas e mais em conta por aí…

3. Frequente blocos de rua

De uns tempos para cá, os bloquinhos de rua ganharam novo fôlego nas cidades brasileiras. Capitais como Belo Horizonte, Curitiba e Porto Alegre, que não tinham tanta tradição nesse tipo de festejo, já aderiram à batucada. Municípios do interior também seguem o embalo.

Os cortejos são uma ótima maneira de festejar gastando pouco no Carnaval. Pense bem: as apresentações musicais acontecem de graça, no meio do povo. Você não precisa comprar um abadá caríssimo nem reservar camarote no sambódromo. E ainda pode dormir em casa no fim do dia!

4. Confeccione sua fantasia

Quando pensamos em fantasia de Carnaval, logo vêm à mente plumas, paetês e um esplendor gigante nas costas. Bem, deixe isso para as passistas e rainhas de bateria.

Na folia com orçamento restrito, o jeito é usar a criatividade. Maquiagem no rosto, um adereço na cabeça e pronto: está feita a indumentária.

Procure acessórios que você já tenha no armário. Misture uma gravata, um chapéu e aquela roupa espalhafatosa que ninguém veste desde 1982. Ponha a camiseta do avesso, quem sabe. Festa popular não tem muito critério. Aliás, aí que está a graça toda.

5. Festeje em casa

Se, apesar de todas estas dicas, o saldo ainda estiver beirando o vermelho, fique em casa. Calma, dá para manter a animação mesmo assim.

Chame os amigos para uma festinha particular. Basta abastecer a geladeira – até porque um latão de cerveja custa bem menos no supermercado que nas mãos de um vendedor ambulante no bloco de rua.

Outra vantagem de carnavalizar no próprio endereço é a escolha do repertório. Você consegue montar a playlist só com suas músicas favoritas. Para completar, tem desfile de escola de samba na TV ao longo da madrugada inteira.

Dica: 6 maneiras de se divertir gastando pouco

6. Selecione destinos de viagem

Sobrou uma graninha para viajar no feriadão? Excelente! Só não vá cair nas roubadas da temporada. Os destinos turísticos ficam lotados no verão. Restaurantes, pousadas e supermercados aproveitam para jogar os preços lá em cima e faturar um extra.

Dica: Descubra como viajar gastando pouco

Fuja dessas armadilhas! Prefira cidades menos movimentadas.

Agora, para quem faz questão de ir ao Rio de Janeiro ou a Salvador, vale a pena improvisar. Hospedar-se na casa de um amigo ou parente sai de graça. Cozinhar em vez de almoçar fora ajuda a poupar um bom dinheiro. Enfim, sempre existe uma solução.

Confira o vídeo da Cresol sobre a importância de poupar dinheiro:

7. Cuide de seus pertences

Infelizmente, a insegurança aumenta no meio da multidão. Você já está fazendo de tudo para economizar, então seria horrível perder seus tostões num furto, certo?

Portanto, mantenha seus pertences pessoais em segurança. Leve-os numa pochete ou numa doleira embaixo da roupa.

Saia na rua apenas com o necessário: documento, cartão de crédito e um pouco de dinheiro trocado (celular, só com MUITA atenção). E, por favor, não abuse das bebidas alcoólicas. Sujeito que perde a noção também pode perder a carteira. Não queremos esse prejuízo!

Gostou? Esperamos que, com as dicas de hoje, você consiga celebrar o Carnaval gastando pouco, mas se divertindo horrores. Boa folia!

Categorias: Comportamento