Soluções Financeiras

Como avaliar se uma taxa de juros é atrativa?

A gestão das finanças é fundamental para uma empresa expandir as atividades e ter mais condições de melhorar a qualidade dos seus serviços. Mas nem sempre uma organização tem recursos próprios para investir. Assim, é preciso recorrer a uma linha de crédito que não tenha uma taxa de juros abusiva.

Essa preocupação é necessária porque, se perder o controle de uma dívida, o empreendedor terá sérias dificuldades para honrar os compromissos com fornecedores e funcionários, o que será muito ruim para uma instituição. Então, para evitar esse problema, a melhor alternativa é gerenciar o orçamento com responsabilidade.

Neste post, vamos abordar os cuidados necessários para pegar um empréstimo ou financiamento, indicar formas de avaliar se a taxa de juros está adequada aos parâmetros do mercado financeiro e mostrar linhas de crédito disponíveis para os investidores! Confira:

Conheça a modalidade de crédito

Qual linha de crédito será a ideal para o seu negócio? A resposta depende da finalidade que você dará ao dinheiro.

Se pretende adquirir um imóvel ou um veículo, por exemplo, o mais adequado é fazer um financiamento. Essa modalidade obriga o empreendedor a utilizar o dinheiro apenas para a aquisição de um patrimônio.

Em relação ao empréstimo, é viável para usar os recursos financeiros para outras prioridades, como:

Seja como for, para manter a saúde financeira do seu empreendimento é recomendado sempre fazer uma análise da sua capacidade de pagamento, considerando o valor a ser financiado, o prazo para quitar as parcelas e os juros.

Tenha cuidado com a taxa de juros

Pegar dinheiro emprestado, com certeza, exige muito planejamento. E um dos motivos é a taxa de juros.

Ela deve estar em um patamar que seja justo tanto para o empreendedor quanto para a instituição financeira. Por isso, é importante adotar algumas medidas para não ficar endividado ao tomar um empréstimo ou financiamento.

Dica: Como um empréstimo pode ajudar sua empresa a se destacar?

A seguir, destacamos as principais iniciativas que podem ser utilizadas para manter a boa gestão financeira do seu negócio:

Pesquisar as taxas praticadas pelo mercado

Independentemente da linha de crédito escolhida, o Banco Central disponibiliza as taxas médias de juros. No site da instituição, inclusive, é possível o empreendedor acompanhar diariamente os índices adotados.

Para tanto, na home page o usuário deve localizar o menu Perfis e clicar na opção “Cidadão”. Na página seguinte, pode escolher a alternativa “Taxa de juros, cálculos, índices e cotações”, depois, clicar em “Taxas de juros de operação de crédito”.

Por último, pode optar pela linha de crédito que deseja utilizar e fazer a comparação. Lembre-se: mantendo-se bem informado, o empreendedor pode fazer uma negociação com mais benefícios para uma empresa.

Até porque uma taxa de juros abusiva aumenta bastante as possibilidades de endividamento. E, quanto menos dinheiro em caixa, mais complicado fica para uma organização manter um serviço de alta qualidade para os clientes e negociar com os fornecedores.

Avaliar as garantias

Uma instituição financeira tem procedimentos para evitar ao máximo a inadimplência. Assim, quanto maior for o valor a ser concedido a um cliente, maiores serão os cuidados para evitar prejuízos.

A garantia é um desses fatores adotados para a concessão de créditos. Se o cliente tiver bens que possam quitar uma eventual dívida, menores serão os juros. Isso permite que o empresário tenha mais facilidade em pagar as taxas de um empréstimo ou financiamento.

Dica: Contratar crédito: o que é preciso e como escolher a melhor opção?

A garantia também viabiliza negociar uma taxa que esteja dentro da realidade financeira do negócio. E, em um momento de instabilidade econômica, é crucial escolher as melhores alternativas para administrar as receitas e as despesas de uma empresa.

Ler o contrato com atenção

Não existe uma lei que limite o sistema bancário a cobrar juros em uma modalidade de crédito. Mesmo assim, o ideal é levar em consideração aquela taxa média adotada pelo mercado no momento da assinatura do contrato.

Por inexperiência ou excesso de confiança em uma instituição financeira, um empresário pode se esquecer de dar a devida atenção à taxa de juros. E esse erro deve ser evitado, porque compromete a viabilidade financeira do negócio.

Para não passar por essa situação, o interessante é contar com uma assistência jurídica. Normalmente, as cooperativas e os sindicatos de categorias empresariais contam com esse serviço, o que dá mais segurança aos integrantes antes de optar por um empréstimo.

Além disso, ter esse cuidado antes de assumir o compromisso com uma instituição financeira é também uma forma de evitar problemas futuros. Sem dúvida, é bastante constrangedor recorrer ao Poder Judiciário por causa de um contrato de financiamento feito com um banco após constatar que a taxa de juros estava abusiva.

Dica: 5 vantagens de empréstimos de cooperativas em comparação com bancos

Ainda é muito importante avaliar o prazo de pagamento. Afinal, não adianta ter juros baixos se o valor das parcelas e o tempo para quitá-las não estiverem adequados ao orçamento da empresa.

Independentemente da conjuntura econômica, adquirir dívidas praticamente impagáveis é um equívoco grave. Uma gestão inteligente deve ter muito planejamento para honrar os compromissos com diversos segmentos (bancos, fornecedores, funcionários etc.).

Até porque, muitas vezes, pior do que o prejuízo financeiro é o de imagem.

Avalie a melhor opção para a sua empresa

É comum os empreendedores recorrerem a bancos em busca de recursos financeiros. Mas, para os que desejam analisar alternativas para impulsionar o próprio negócio, também é interessante avaliar as ofertas disponibilizadas por cooperativas de crédito.

No caso da Cresol, os cooperados podem contar com várias opções. E um bom exemplo abrange as linhas de Investimentos Fixo, Misto e Energia Renovável.

Dica: Conheça os principais diferenciais da Cresol

Com um prazo de 5 anos para pagar, o empresário tem mais condições de ampliar, construir e reformar. Os recursos ainda podem ser usados para a aquisição de máquinas e softwares, o que viabiliza a modernização do negócio.

Os cooperados também podem contar com linhas com juro subsidiado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES). No caso do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF), os beneficiários podem usar os recursos para diversas finalidades, como:

  • benfeitorias nas propriedades;
  • aquisição de equipamentos;
  • eletrificação rural;
  • compra de insumos para a produção;
  • assistência técnica.

Ainda outra opção interessante é a linha de crédito de capital de giro da Cresol. Ela se caracteriza por ser de fácil acesso e aprovação rápida. Além disso, o empreendedor pode utilizar o dinheiro com bastante liberdade, sem ter a obrigação de comprovar a utilização dos recursos.

Dica: Capital de giro para micro e pequenas empresas: entenda tudo aqui!

Enfim, gostou do post? Com certeza, um empresário deve ter muita cautela ao verificar a taxa de juros de um empréstimo ou financiamento. Agora, para empreender com sucesso, que tal assinar a nossa newsletter? Assim você receberá nossos próximos conteúdos em primeira mão!

Categorias: Soluções Financeiras