Educação Financeira

Cinco passos importantes para garantir a segurança e tranquilidade do seu negócio

Cinco passos importantes para garantir a segurança e tranquilidade do seu negócio
Tempo de Leitura: 2 minutos

Separamos cinco passos básicos e importantes que vão ajudar a tirar o seu sonho do papel com segurança e tranquilidade.

1. Encontre um contador de confiança

Contratar um profissional de contabilidade de confiança vai facilitar as etapas de abertura e andamento do seu negócio. Ele será seu maior aliado na hora de manter a organização da sua empresa, auxiliar nos processos legais e garantir a saúde financeira.

2. Elabore um Contrato Social

O Contrato Social deve ser elaborado de maneira meticulosa, para não haver nenhum erro que cause problemas no futuro. Com ele, você formaliza uma sociedade perante o governo, adquire o direito de abrir uma conta corrente jurídica, obter empréstimos, emitir notas fiscais, entre outros. No documento, devem constar a Definição do Tipo da Empresa, a Definição da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE), a Descrição dos Sócios e o Fechamento do Capital Social.

3. Registre-se na Junta Comercial

Para realizar o registro, é preciso protocolar uma série de documentos que varia de estado para estado. Assim que os documentos são protocolados, analisados e aprovados, a Junta gera o Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) da sua empresa. A partir do Registro na Junta Comercial sua empresa passará a existir oficialmente. 

4. Solicite alvará de localização e funcionamento

Para abrir as portas do seu negócio, é necessário ter um alvará de funcionamento. O documento é obtido na prefeitura da sua cidade e para isso, é preciso comprovar que a empresa reúne todas as condições exigidas pela legislação da localidade para exercer a atividade. Essas condições variam de acordo com o município, estado e ramo de atividade.

5. Obtenha Inscrição Estadual

Se a sua empresa possui algum tipo de comércio, é preciso obter a Inscrição Estadual, um registro formal na Receita Estadual liberado pela Secretaria de Fazenda do Estado. O objetivo é recolher e fiscalizar o pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Prestação de Serviços (ICMS).

Categorias: Educação Financeira , Empreendedorismo