Agricultura Familiar

Erva-mate: o ouro verde do Brasil

Erva-mate: o ouro verde do Brasil
Tempo de Leitura: 3 minutos

O Brasil é o maior produtor de erva-mate do mundo. O país produz cerca de 860 mil toneladas do produto. A região Sul é a maior produtora e consumidora, com aproximadamente 180 mil agricultores vivendo  do plantio do conhecido ‘ouro verde’ e gerando mais de 710 mil empregos diretos. Em torno de 80% da produção brasileira fica no mercado interno. Os outros 20%, equivalente a 172 toneladas, são exportados para o Uruguai, Chile, Estados Unidos, França e Espanha.

A erva-mate é fonte de mais de 200 compostos diferentes e tem tudo para conquistar os consumidores mais exigentes. As principais formas de consumo, segundo a Embrapa Florestas (2019), são: no tradicional chimarrão, no tererê e como chá mate. O substrato da erva-mate tem ganhado espaço em diferentes áreas a partir do desenvolvimento de plantas com teores conhecidos de cafeína e outros componentes de interesse da indústria, como os antioxidantes naturais.

Os estados do Sul são os maiores produtores e consumidores da erva-mate.
Foto: Reprodução/iStock

O aumento no consumo de erva-mate tem levado pesquisadores a estudarem práticas que auxiliem no melhoramento genético, formas mais eficientes de manejo para ampliar a produtividade e possíveis novos aproveitamentos dos ativos da planta. Há mais de 30 anos, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) estuda o ouro verde e, em 2019, lançou o ‘Sistema Erva 20’, um conjunto de práticas em ervais plantados que visam ao aumento da eficiência e sustentabilidade do cultivo de erva-mate. O e-book conta com 154 páginas que estão divididas em 15 capítulos e apresentam informações sobre a adoção das práticas corretas de plantio, poda, adubação, controle de plantas daninhas e renovação do erval, dicas importantes para o produtor que deseja aumentar sua produtividade sem impacto ambiental, melhorar a qualidade do seu produto e garantir uma boa renda. O manual está disponível gratuitamente para download.

A lenda da erva-mate

Existem muitas lendas contando como foi o início do plantio e consumo da erva mate. A mais conhecida conta que no meio das coxilhas vivia uma tribo de índios Guarani, cujo velho cacique guerreiro tinha fama de valente, bravo e sábio. Ele vivia com sua linda filha Yari, que o tratava com imenso carinho e por isso, conservava-se solteira, para melhor se dedicar ao pai.

Um certo dia, receberam a visita de um viajante, que foi muito bem tratado pelos moradores da aldeia. À noite, a bela jovem cantou com sua voz suave e triste para que o homem adormecesse e tivesse um bom descanso. Ao amanhecer, antes de recomeçar a caminhada, o viajante confessou ser enviado de Tupã, conhecido na tribo Guarani como o grande criador dos céus, da terra e dos mares, assim como do mundo animal e vegetal. Para retribuir o bom acolhimento, perguntou aos seus hospedeiros o que eles desejavam, e que qualquer pedido seria atendido.

O cacique, logo lembrou de sua filha, que para cuidar dele, não se casou. Então, resolveu pedir algo que lhe devolvesse as forças, para que Yari, livre de seu encargo afetivo, pudesse casar. O mensageiro de Tupã entregou ao velho guerreiro um galho de árvores de Caá e ensinou como preparar a infusão, para que ele obtivesse forças e vigor. Em seguida, o mensageiro transformou Yari na deusa dos ervais e protetora da tribo Guarani. A jovem passou a chamar-se Caá-Yari, e ficou conhecida como a deusa da erva-mate. A planta por sua vez, passou a ser usada por toda a tribo, que se tornou mais forte, valente e alegre.

Informações retiradas de Churrasco e Bom Chimarrão.

Os benefícios do ouro verde

A erva-mate é rica em manganês, ferro, potássio, fósforo, vitaminas A, B1, B2, C e E. Essas vitaminas e sais minerais podem ser aproveitados nas mais variadas formas, para beneficiar a sua saúde, em uma dieta equilibrada. Conheça mais razões que vão te incentivar a consumir essa planta milenar.

  • Devido a presença da cafeína, a erva-mate é um ótimo estimulante natural e auxilia na redução do cansaço físico e mental.
  • Pesquisadores da Universidade Federal de Uberlândia estudaram a erva-mate atuando como um fator anti-obesidade. Eles constataram o efeito termogênico da planta e portanto, o consumo da erva-mate pode levar ao emagrecimento.
  • A erva-mate possui propriedades que melhoram o funcionamento do intestino e auxiliam no processo de digestão.
  • De acordo com uma pesquisa realizada na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), o uso da erva-mate reduziu de 10-12% o colesterol ruim (LDL).
  • Auxilia na prevenção do envelhecimento precoce, pois atua no combate de radicais livres, responsáveis por acelerar o envelhecimento.
  • As substâncias diuréticas presentes na planta atuam em benefício dos rins, aumentando a eliminação de fluidos e consequentemente, aumenta a eliminação de sódio. 
  • A erva-mate tem potencial afrodisíaco e pode ser utilizada para combater a infertilidade e a impotência sexual.

Seja no chimarrão, tererê, sorvetes, bolos, pães, massas ou batidas, não deixe de consumir e aproveitar todos os benefícios deste alimento funcional!

Categorias: Agricultura Familiar , Associados

2 comentários sobre Erva-mate: o ouro verde do Brasil"

  1. Muito boa a reportagem sobre a erva mate, gostei das formas de utilização .
    Tomo chá com a erva seca e torrada pode feito com aguá ou leite conforme o gosto da pessoa.
    Fica fantastico.
    Gratidão por compartilhar este conteúdo