Dicas

Empreendedorismo depois dos 50 anos

Empreendedorismo depois dos 50 anos
Tempo de Leitura: 3 minutos

A experiência tem um papel fundamental na hora de investir no próprio negócio

Recentemente, postamos aqui no Blog a importância da economia da longevidade, termo utilizado para descrever a colaboração de idosos com  a economia global. Hoje, vamos falar de um assunto que vem ganhando destaque no ramo econômico: a abertura de novos negócios por pessoas com mais de 50 anos. 

No Brasil, a expectativa de vida é de 76,3 anos para homens e 79,9 anos para as mulheres, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2018. É relevante destacar que as pessoas estão vivendo mais e adquirindo hábitos mais saudáveis. Isso significa que, à medida que a população de idosos aumenta, cresce também um grupo de consumidores, trabalhadores e empreendedores.

De acordo com dados do Sebrae, hoje, no Brasil, mais de 650 mil idosos atuam como empreendedores, e 10,8% dos que ainda não investiram no próprio negócio admitem ter vontade.

Por isso, as dicas de hoje são para orientar quais são os primeiros passos para investir no próprio negócio a partir dos 50 anos. 

Como começar

É importante elaborar um bom plano de negócios. O Plano é um planejamento que deve ser posto na ponta do lápis para que você possa se organizar mediante o mercado que pretende atuar. O Plano de Negócios é um projeto de como a sua empresa irá funcionar, é onde você irá anotar tudo que é necessário para que a ideia saia do papel. 

Com um planejamento, você terá uma visão mais clara e consistente para abrir seu próprio negócio. O Plano deve estar em constante atualização e não esquecido dentro da gaveta.Alguns pontos importantes que seu plano deve conter:

  • Qual é o ramo do seu negócio?
  • Quais serão seus principais produtos e serviços?
  • Quem é o seu público-alvo? 
  • Qual é o perfil dos seus clientes?

Busque Ajuda

Sabemos que experiência e aptidão são essenciais para dar início no ramo de empreendedor, e sabemos que com os anos de trabalho, depois de um tempo isso faz parte de quem você é. Mas na hora de se arriscar e realizar o sonho do próprio negócio é necessário buscar ajuda, isso vai ser um ponto importante nessa trajetória e vai definir se você terá sucesso no seu empreendimento.

Converse com um especialista para amadurecer o seu projeto, verificar a viabilidade e saber quais serão os primeiros passos a serem dados para começar.

Busque auxílio financeiro

É bom poder contar com uma base econômica na hora de investir. Tem dinheiro guardado? Isso é muito bom, mas é possível que não seja suficiente. É necessário ter uma reserva para eventuais gastos não previstos, incluindo as capacitações. 

As cooperativas possuem linhas de crédito com juros mais acessíveis, além das facilidades na hora de quitar as parcelas. Converse com seu gerente e busque soluções para tirar seu plano de negócios do papel, afinal, não  será somente na sua empresa onde irá investir. Também é necessário investir na peça-chave que vai fazer com que o negócio dê certo: você.

Capacite-se

Especialize-se na área de onde deseja atuar, faça cursos, participe de seminários, feiras e exposições. Além de fazer uma gama de contatos, o conhecimento adquirido será de grande importância para que comece o novo negócio afiado na área onde pretende atuar.  

Ganhe destaque

É importante estar atento (a) às novidades do mercado para oferecer um produto que se diferencie da concorrência.

Não tenha medo de arriscar

Saiba o que você quer, e não tenha medo de colocar as suas ideias em prática. Tenha em mente a experiência que foi adquirida ao longo destes anos, essa é uma bagagem que poucos têm.  Inicie seu negócio sem medo de errar, essa é uma característica de empreendedores de sucesso. 

Categorias: Dicas , Gestão