Soluções Financeiras

WhatsApp Pay: saiba como usar

WhatsApp Pay: novo meio de pagamentos
Tempo de Leitura: 3 minutos

Você provavelmente já enviou ou recebeu dinheiro por aplicativo de celular. Mas que tal experimentar o WhatsApp Pay? O popular serviço de mensagens agora conta com esse recurso de pagamentos, que promete agilidade e segurança nas transações. Fique conosco para conferir detalhes sobre a novidade.

WhatsApp Pay: novo meio de pagamentos

O WhatsApp Pagamentos, ou WhatsApp Pay, é um sistema que facilita o envio de dinheiro entre amigos e familiares. Você pode mandar ou receber valores diretamente no aplicativo de mensagem, sem interromper a conversa.

A ferramenta começou a ser usada no Brasil no último dia 04 de maio. Ela vem sendo liberada aos poucos, em lotes, como costuma acontecer com as demais atualizações do app.

A empresa garante que, em breve, também será possível enviar dinheiro para pessoas jurídicas. Por enquanto, os pagamentos com WhatsApp Pay funcionam apenas entre pessoas físicas.

Dica: Open banking: entenda como funciona esse sistema

Como o WhatsApp Pay funciona?

Você precisa ter pelo menos 18 anos para aderir ao WhatsApp Pay. Também é necessário cadastrar um cartão de uma das instituições financeiras parceiras. Vale cartão pré-pago, cartão de débito ou cartão múltiplo com função débito.

Depois que o serviço está ativado, o funcionamento não tem mistério algum. Basta enviar dinheiro da mesma forma que você compartilha uma foto da galeria ou um contato da agenda do celular. As transações são totalmente gratuitas.

Dica: 8 hábitos sustentáveis que ajudam o planeta e economizam dinheiro

Como ativar o WhatsApp Pay na sua conta? 

Para ativar o WhatsApp Pay, primeiro você deve se certificar de que está usando a versão mais recente do app. Portanto, acesse a loja de aplicativos de seu smartphone e baixe a atualização do zap, se necessário. 

Depois vem a etapa de cadastrar uma forma de pagamento. Isso é feito na aba de configurações ou ajustes do próprio WhatsApp (o nome varia conforme o sistema operacional do aparelho). Selecione a opção “Pagamentos” e siga os passos que aparecerem na tela.

O sistema vai pedir para você criar um PIN de seis dígitos, que serve como senha. Outra opção é usar o reconhecimento por biometria. Em seguida, preencha seu cadastro com nome completo, telefone, CPF e dados do cartão de débito (número, data de validade e CVV). Simples assim.

Caso a função para transferências ainda não apareça, dá para testar uma via alternativa. Acompanhe:

– Procure um amigo que já use o WhatsApp Pay;

– Peça que a pessoa envie qualquer quantia para você (pode ser inclusive R$ 1,00);

– Toque em “Aceitar pagamento” e finalize a configuração. Isso só será possível se sua conta estiver atualizada e habilitada para o recurso.

Dica: 3 hábitos que impedem você de poupar e investir dinheiro

Quais bancos são aceitos no WhatsApp Pagamentos?

O WhatsApp afirma que está sempre em busca de novas parcerias para popularizar o serviço de pagamentos no Brasil. Até o momento, as instituições participantes do WhatsApp Pay são as seguintes:

– Banco do Brasil (cartão Visa);

– Banco Inter (Mastercard);

– Bradesco (Visa);

– Itaú (Mastercard);

– Mercado Pago (Visa);

– Next (Visa);

– Nubank (Mastercard);

– Sicredi (Mastercard e Visa);

– Woop (Visa).

Essa lista pode ser expandida assim que novos bancos e instituições de pagamento aderirem ao sistema. Confira a página do WhatsApp Pay na internet para acompanhar as novidades.

Qual é o limite de pagamento via WhatsApp?

O WhatsApp Pay estabelece tanto um limite diário quanto uma quantia máxima que você pode movimentar mensalmente. É possível fazer transações de até R$ 1 mil, desde que respeitando o teto de 20 operações por dia ou R$ 5 mil por mês.

Atingindo essa marca, você não consegue mais enviar nem receber pagamentos via WhatsApp naquele período. E vale lembrar que seu banco pode estabelecer outros limites até mais baixos, de acordo com as regras de seu contrato. Na dúvida, fale com a gerência.

Dica: 6 maneiras de ajudar o comércio local

WhatsApp Pay é seguro?

O WhatsApp alega que a ferramenta de pagamentos foi desenvolvida seguindo diversos princípios de segurança e privacidade. Entre eles estão a criptografia, o uso de PIN ou biometria e a verificação dos dados de pagamento junto à operadora do cartão. Além disso, as informações são armazenadas em servidores com diversas camadas de proteção estabelecidas por hardware e software.

Ou seja: em teoria não há riscos na hora de usar o WhatsApp Pay. Porém, tenha em mente que a plataforma continua sendo um alvo fácil de golpistas.

Caso a conta de um usuário seja clonada, o criminoso pode enviar mensagens aos amigos e parentes se fazendo passar pela pessoa e pedindo dinheiro emprestado. Essa já é uma armadilha conhecida, mas que fica ainda mais perigosa quando o meio de pagamento está na própria área de conversa, a dois toques de distância.

Portanto, tome cuidado. Se você receber um pedido para transferir dinheiro com urgência, ligue para seu amigo e confirme a informação. Ela pode ter sido vítima de um golpe.

Dica: Segurança na internet: saiba como se proteger

E então, tirou suas dúvidas? Pretende experimentar o WhatsApp Pay? Compartilhe o artigo para mais gente conhecer a novidade! E não deixe de acompanhar as atualizações do blog da Cresol. Em breve voltaremos com mais conteúdo sobre finanças pessoais. Até lá!

Categorias: Soluções Financeiras