Educação Financeira

Você sabe o que é Pix? Saiba mais sobre essa novidade que a Cresol aderiu

Você sabe o que é Pix? Saiba mais sobre essa novidade que a Cresol aderiu
Tempo de Leitura: 3 minutos

O que você acha de transferir dinheiro ou realizar pagamentos sem pagar taxas para isso? Ou ainda, realizar essas transações nos finais de semana ou na hora que estiver de folga sem a loucura diária?

É isso que o Pix vai proporcionar. Quando você realizar um pagamento via Pix, o recurso será disponibilizado para o recebedor em poucos segundos, mesmo em feriados, finais de semana ou fora de horário comercial, pois o serviço estará disponível durante 24 horas, sete dias por semana e em todos os dias do ano.

O Pix é a solução de pagamento instantâneo, criada e gerida pelo Banco Central do Brasil (BC) e que estará disponível a toda a população a partir de 16 de novembro. Em outubro já iniciarão os registros de chaves, mas você que é associado da Cresol já pode se pré-cadastrar para a Chave Pix aqui: https://www.cresol.coop.br/pix.

            Quer saber mais sobre essa novidade? Então continue a leitura desse artigo, elaborado através de informações do próprio Banco Central.

Pix: um meio de pagamento

Assim como TED, DOC, boletos, transferências entre contas ou cartões, o Pix é um meio de pagamento. Porém, as transações podem ser realizadas em qualquer dia e horário.       

      Além disso, se você for fazer uma TED, por exemplo, precisa geralmente conhecer e digitar os dados do recebedor, o banco, agência, o número e tipo da conta, além do CPF ou CNPJ. Já no Pix, o pagador precisará apenas clicar na informação da chave que já está armazenada no celular, ou ler o QR Code do recebedor. Além disso, com o Pix o pagador será notificado a respeito da conclusão da transação, sendo ela concluída com sucesso ou não.

Boleto e Pix

Será possível o pagamento de contas e de faturas com o Pix. As mesmas poderão conter o código de barras do boleto e o QR Code do Pix. Nesse caso, trata-se de formas de pagamento distintas, ainda que possam estar previstas na mesma conta ou fatura, por opção do credor. Porém, o documento que tiver apenas o código de barras e não contenha o QR Code não poderá ser pago utilizando Pix. 

Outras formas de pagamento não vão acabar!

O Pix será mais uma forma de pagamento e transferência disponível a população. O Banco Central não tem o objetivo de extinguir outros meios de pagamento. A proposta é termos uma forma adicional de fazermos nossas transações. E fique tranquilo, o Pix é seguro. Todos os cuidados para isso foram tomados.

Como fazer um Pix?

O telefone celular, desde que seja um smartphone, é um dos canais de acesso para fazer um Pix, mas as instituições poderão ofertar outros canais como Internet Banking e presencialmente nas agências, por exemplo.

Por enquanto ainda, é necessário ter acesso a internet para realizar uma transação, mas já está sendo pensada a disponibilização de uma forma de pagamento off-line para 2021.

Mas no primeiro momento, tendo o acesso a internet e um canal como o celular, você já pode fazer um Pix. Uma das opções é ler um QR Code com a câmera do seu smartphone, na opção de fazer um Pix no aplicativo da sua instituição financeira ou de pagamento.

Outra forma é informar uma Chave Pix, que pode ser o CPF/CNPJ, e-mail ou telefone celular do recebedor. Lembrando que a Chave Pix é somente utilizada para facilitar o recebimento de um Pix, mas para efetuar um pagamento não é necessário ter uma. A chave é um “apelido” utilizado para identificar sua conta. Ela representa o endereço da sua conta no Pix.

Para fazer um Pix há ainda a opção de digitar manualmente os dados da conta transacional do usuário recebedor, como ocorre hoje para iniciar uma TED ou DOC.

E aí quer saber mais? Confira nosso Cresol Plus sobre o tema. Você pode também acessar o site do Banco Central onde constam todas as informações.

https://blog.cresolcentral.com.br/cresol-plus

Categorias: Educação Financeira