Educação Financeira

PIB, IPCA e IGP-M: Siglas que você precisa conhecer!

PIB, IPCA e IGP-M: Siglas que você precisa conhecer!
Tempo de Leitura: 2 minutos

Você com certeza já ouviu falar PIB, IPCA e IGP-M, mas sabe o que essas siglas significam e como impactam o seu bolso? De forma simplificada, são grandes indicadores que ajudam a nortear a economia. Os três itens foram temas centrais em 2020, por isso, é indispensável conhecer o básico sobre cada um deles.

* PIB

É a sigla para Produto Interno Bruto. Ele é utilizado para indicar a soma de todos os produtos e serviços finais produzidos em um país. O PIB é um valor monetário, por isso você pode ouvir que o PIB cresceu ou diminuiu. Por exemplo: um país fecha o primeiro trimestre do ano com o PIB de US$100 bilhões: isso significa que, nos primeiros três meses do ano, a soma de todos os produtos e serviços finais geraram esse valor. No trimestre seguinte, o valor foi de US$105 bilhões, ou seja, o PIB cresceu 5%.

* IPCA

A sigla é referente ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo. Esse é o principal indicador da inflação no Brasil, pois ele é responsável por medir a variação de preços de produtos e serviços. Se você ouvir que o IPCA subiu, é porque a média dos preços está aumentando. Em 2020, por exemplo, o arroz foi o grande “vilão” dos alimentos, o saco de 5kg chegou a custar R$40 em alguns lugares. E não foi só ele, outros alimentos básicos do dia a dia dos brasileiros, como o óleo de soja e o feijão, também tiveram aumentos expressivos. Quem registra essas altas todas é o IPCA.

* IGP-M

A abreviatura refere-se ao Índice Geral de Preços-Mercado, um indicador da inflação, que reflete a oscilação de preços em todos os estágios de produção, não apenas quando eles chegam ao consumidor final, como o IPCA. Ele também serve como o padrão para reajustar os contratos de aluguéis de imóveis. Se o seu aluguel é de R$ 1.000 e o IGP-M aumenta 15% no período de ajuste do seu contrato, o dono do imóvel pode passar a cobrar R$ 1.150. Por isso, é indispensável ficar de olho nesse indicador!

É importante lembrar que embora esses três índices não sejam os  mais importantes da economia, é fundamental conhecê-los, pois juntos, eles ganham um destaque por desenharem um bom retrato da situação econômica. Não esqueça que manter-se informado sobre o que está acontecendo na economia do país é um passo essencial para passar por períodos de crise da melhor forma possível!

Categorias: Educação Financeira

6 comentários sobre PIB, IPCA e IGP-M: Siglas que você precisa conhecer!"

  1. esses materiais contribuem muito pro nosso conhecimento. Conteúdo é TOP !