Comportamento

Impactos da guerra entre Rússia e Ucrânia na economia e no setor agrário brasileiro

Impactos da guerra entre Rússia e Ucrânia na economia e no setor agrário brasileiro
Tempo de Leitura: 3 minutos

Desde fevereiro deste ano, basta ligar a televisão ou abrir algum jornal para ver notícias sobre a guerra entre Rússia e Ucrânia. Invasão de território, explosões, pessoas deixando suas casas diante de um cenário de desespero.

E se você pensa que, por estar acontecendo a tanta distância do Brasil, essa guerra não tem a ver com você: precisamos dizer que não é bem assim. O fato é que o conflito no leste europeu tem causado impactos na nossa economia, inclusive no setor agrário. Quer entender melhor? É só continuar a leitura!

Guerra entre Rússia e Ucrânia

Considerada um dos maiores conflitos militares na Europa das últimas décadas, a guerra eclodiu por iniciativa da Rússia. O país alega querer impedir a adesão da Ucrânia à Otan, aliança militar de 30 países, para evitar um cerco à sua fronteira. Os motivos do conflito também passam pelo desejo do presidente russo Vladimir Putin de restabelecer a zona de controle e influência que a Rússia mantinha enquanto União Soviética (URSS).

mapa otan
Mapa dos países que fazem parte da OTAN (NATO) e da União Europeia (EU)

Desde o início da guerra, em 24 de fevereiro —  data da invasão da Ucrânia pelas tropas russas —  os ucranianos resistem às intervenções. Mas as lideranças russas não mostram sinais de que vão baixar a guarda. A estimativa é que mais de 10 milhões de ucranianos já deixaram o país e buscam refúgio em outros lugares do mundo.

E o mundo todo é impactado pelo cenário de conflito, visto que os rumos da economia global são subordinados às relações internacionais. 

Como a guerra tem impactado a economia

O encarecimento do preço dos alimentos e do petróleo, uma das consequências mais sentidas após o início da guerra entre Rússia e Ucrânia, elevou a inflação no mundo todo e tem atingido diversos países.

Isso acontece porque Ucrânia e Rússia têm atuação relevante em dois mercados fundamentais para muitas atividades econômicas: o de alimentos e o de energia

A Rússia, por exemplo, é principal responsável pela exportação e segundo maior produtor de gás natural no mundo. Além disso, o país também tem forte relevância na produção e na exportação de petróleo.

A Ucrânia, por sua vez, é responsável por 12% das exportações mundiais de trigo e 15% das exportações de milho. Junto com a Rússia, o país invadido detém uma fatia bastante significativa do comércio mundial de trigo (30%), milho (17%), cevada (32%) e óleo, sementes e farelo de girassol (50%).

Com os impactos da guerra na exportação de matérias-primas necessárias para a produção de combustíveis e de alimentos, as consequências do conflito chegam até o nosso bolso. E os países que já lidam com a alta da inflação, como é o caso do Brasil, tendem a sofrer ainda mais os efeitos.

Como a guerra impacta a economia brasileira

A forte relação comercial entre Brasil e Rússia — o gigante europeu é o sexto país que mais exporta para cá — faz com que os efeitos da guerra sentidos pela nossa economia sejam ainda mais fortes do que em outros países. Uma das razões para isso está relacionada ao transporte.

Cerca de 60% de tudo o que é transportado no Brasil depende de combustíveis fósseis — incluindo petróleo e gás natural. Isso significa que além de provocar aumento no preço dos combustíveis, a guerra entre Rússia e Ucrânia também vai fazer os brasileiros sentirem os impactos na hora de comprar outros produtos.

Se os custos para transportar os produtos sobem, o aumento, naturalmente, vai se refletir no preço final.

E os efeitos não param por aí. Com o preço dos produtos subindo, a inflação segue crescendo e o Banco Central mantém uma política de aumento da taxa de juros para controlar o índice. Além disso, a cotação do dólar também é impactada, moeda que influencia significativamente nos ponteiros da economia brasileira.

Impactos no setor agrário

Falando especificamente do setor agrário brasileiro, os impactos do conflito no leste europeu também são relevantes. Das mais de 40 milhões de toneladas de fertilizantes consumidos pela agricultura no país atualmente, cerca de 80% é fruto de importação — e a estimativa é que a Rússia responda por pelo menos um quarto deste total.

Sabendo do quanto o setor agrário é dependente de fertilizantes, fica fácil entender como a produtividade é afetada com as restrições impostas à compra desses produzidos. O que, por sua vez, atinge as cadeias de produção de grãos e, consequentemente, as atividades dependentes deles, como a criação de aves e suínos.

Ou seja, por mais que a guerra entre Rússia e Ucrânia esteja acontecendo bem distante do Brasil, o nosso bolso sofre as consequências. E é bom se preparar para possíveis impactos de mais longo prazo na nossa saúde financeira, como a restrição na criação de novos empregos no país.

Esperamos que o conteúdo tenha sido útil! Continue acompanhando o blog da Cresol e fique por dentro das informações sobre o mercado financeiro, que impactam a sua vida e o seu bolso.

Categorias: Comportamento