Empreendedorismo

Dicas para expandir seu negócio para outras plataformas

Dicas para expandir seu negócio para outras plataformas
Tempo de Leitura: 3 minutos

A tecnologia modificou a forma como as empresas se relacionam com os seus consumidores. Atualmente, não basta oferecer uma ou outra forma de contato: é preciso se reinventar e explorar diferentes plataformas. Mas quais são os passos para tornar seu negócio multiplataforma? Quais são as plataformas ideias para o seu empreendimento? Confira as dicas que preparamos para auxiliar você nesse processo! 

* Tenha um plano de ação

A comunicação multiplataforma tornou-se quase que obrigatória, pois é uma estratégia de divulgação fácil, dinâmica, interativa e democrática. Com diferentes canais de comunicação e um plano de ação que englobe suas metas e objetivos, você impacta consumidores em potencial. Invista em pesquisa para conhecer seu público e os canais de comunicação que eles utilizam.

* Defina plataformas e linhas editoriais

Você precisa estar em diferentes plataformas para ser notado pelo seu público, mas precisa levar em consideração a linguagem que o próprio veículo pede. Não adianta estar em todas as redes sociais e usar a mesma forma de comunicação. Cada rede tem suas peculiaridades, que precisam ser respeitadas para gerarem interação, engajamento e proximidade com seu público.

– Facebook

Com mais de 2,7 bilhões de contas ativas, o Facebook é uma rede social versátil e abrangente, que reúne muitas funcionalidades no mesmo lugar. Empreender no Facebook é uma ótima opção para quem está começando um negócio e ainda não tem muito para investir. Com uma boa  estratégia, você pode se conectar com seus clientes rapidamente.

– Instagram

A rede social é baseada no compartilhamento de imagens e vídeos e segundo o Statista (2018), tem mais de um bilhão de usuários ativos, além de ser a plataforma com maior engajamento, são mais de 500 milhões de usuários ativos todos os dias (Socialbakers, 2019). De acordo com o Instagram, quase 90% dos usuários seguem ao menos um perfil comercial. Há muito espaço para quem está querendo empreender no Instagram.

– Twitter

Com mais de 300 milhões de usuários, o Twitter é uma ferramenta que possibilita a publicação de atualizações, com até 140 caracteres, quantas vezes você quiser. Além disso, permite o rastreio de tópicos e discussões de seu interesse, agendamento de tweets, linguagem própria e criação de vínculos com os clientes. No Twitter, seu empreendimento pode se tornar um amigo dos clientes.

– LinkedIn

O LinkedIn é uma rede social voltada para profissionais. É utilizado por muitas empresas para recrutamento de profissionais, troca de experiências profissionais e outras atividades relacionadas ao mundo corporativo. Sem dúvidas, esse é o lugar mais indicado para montar um network efetivo com interação entre os contatos.

– TikTok

Com mais de 500 milhões de usuários ativos, o TikTok promove um ambiente  propício para as pessoas desenvolverem seu lado criativo. No aplicativo você pode gravar e editar vídeos com temáticas e recursos disponibilizados pela plataforma. A plataforma é uma ótima forma de atração de pessoas e conversão de vendas a longo prazo.

– WhatsApp e WhatsApp Business

O WhatsApp é o queridinho dos empreendedores, de acordo com um estudo realizado pelo Sebrae e pela Fundação Getúlio Vargas (2021), cerca de 84% usam a ferramenta. Para facilitar a vida dos empreendedores, a plataforma ganhou uma versão para negócios. O WhatsApp Business, conta com funcionalidades exclusivas como: programação de mensagens automáticas, opção de anexar catálogo de produtos e serviços, adição de endereço e horário de funcionamento. 

– Telegram

O Telegram é semelhante ao WhatsApp, a maior diferença é que você não precisa adicionar o número dos contatos  para que eles recebam as suas mensagens. Você pode agendar o envio de mensagens de texto e/ou materiais multimídia. Quando você cria um canal na plataforma, todos os inscritos têm acesso aos conteúdos que são publicados lá. 

* Mas e se não vingar?

Tudo na vida do empreendedor é constituído de aprendizado e construção, por isso se não der certo, a melhor ideia é sentar e repensar a estratégia. Nada de desespero, pois todo mundo erra, o importante é encontrar a falha, aprender com isso e estabelecer novas formas de trabalho.

Categorias: Empreendedorismo