Educação Financeira

Cuidar de dinheiro também é coisa de criança!

Cuidar de dinheiro também é coisa de criança!
Tempo de Leitura: 2 minutos

Quem tem filhos precisa pensar no futuro deles e por meio de investimentos constantes, fica mais fácil ajudar os pequenos a conquistarem seus objetivos e sonhos. Todo mundo pode investir, basta guardar um pouquinho todos os meses durante a infância e adolescência do seu filho, assim, ele pode fazer um intercâmbio, ingressar na faculdade, comprar a casa ou carro que tanto almeja. É um bom presente, não é mesmo?

O primeiro passo para quem quer investir, é falar sobre dinheiro. Converse com o parceiro (a) para colocar os ganhos e gastos na ponta do lápis. Em seguida, é preciso dividir as tarefas financeiras com o companheiro (a) e com os filhos. Seus pequenos podem praticar tarefas simples como auxiliar na elaboração da lista de supermercado, ajudar com o planejamento de passeios em família e aprender a economizar para comprar aquilo que desejam. Dessa maneira, todo mundo participa e entende a importância de cuidar do dinheiro.

A semanada e a mesada são instrumentos indispensáveis para auxiliar nesse processo de educação financeira das crianças. Para crianças até seis anos, é indicado a semanada, ou seja, um pagamento semanal, pois seus filhos ainda não têm muita capacidade de se programar e planejar o uso do dinheiro ao longo do mês. Quando sentir que seu pequeno está pronto para lidar com horizontes de tempo maior, o pagamento pode passar a ser mensal. O valor pode ser estabelecido por meio de uma regrinha simples, um real por idade pago semanalmente ou a soma do valor das semanas pago mensalmente. Não é indicado usar a semanada ou mesada como forma de premiação ou castigo, mas sim, como um instrumento de educação.

Além de ensinar seus filhos a guardarem um pouquinho da mesada todo mês, você também pode ensiná-los a investir para fazer aquele dinheirinho crescer. Você pode, por exemplo, pagar R$ 50,00 de mesada e combinar com o seu filho para guardar R$ 10,00 de uma semana para outra e ao fim da semana, adicione R$ 2,00. Desse jeito, você ensina na prática como funciona a rentabilidade e os juros, assim fica mais fácil de estimular o seu pequeno a poupar.

Se você ainda tem dúvidas sobre a melhor forma de investir no futuro do seu filho, a dica é procurar a Cresol mais próxima e conhecer as formas de investimento. Na cooperativa de crédito, o seu dinheiro fica seguro, rende mais e contribui para o desenvolvimento local.

Categorias: Educação Financeira