Economia Local

Saiba como fomentar a economia local com ajuda de uma Cooperativa

Proporcionar um maior dinamismo a diversos setores produtivos é uma das missões de uma cooperativa de crédito. Em um momento de escassez de empregos, é essencial a presença de instituições que tenham como meta fomentar a economia, gerando oportunidades e aumento de renda para as famílias.

Os empreendedores de pequeno porte têm uma grande relevância para o desenvolvimento das atividades econômicas em vários municípios, no qual as micro e pequenas empresas contribuem para a arrecadação e a criação de chances no mercado de trabalho.

Neste post, vamos mostrar como uma cooperativa de crédito pode estimular a economia e proporcionar a melhoria da qualidade de vida de pessoas que estão começando a montar o próprio negócio com recursos financeiros escassos. Confira!

Conheça o papel das parcerias

Por mais organizada que seja uma cooperativa de crédito, ela pode fazer parcerias para apresentar resultados mais expressivos. O ideal é firmar acordos que envolvam a Prefeitura, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e entidades que priorizam a formalização e a capacitação dos micro e pequenos empresários, como o Sebrae.

Essa iniciativa possibilita que o empreendedor tenha um acesso mais rápido e menos burocrático ao crédito, pois estará mais bem informado sobre os procedimentos necessários para a obtenção de recursos financeiros de forma simplificada.

Dica: Entenda a importância de fomentar a economia local entre empresas

Além disso, é possível a articulação com outras cooperativas para envolver diversos segmentos da sociedade para fomentar a economia.

À medida que o cooperativismo se mostra forte em um município, maiores são as chances de os empreendedores receberem o suporte técnico e o apoio financeiro que são adequados para atingirem os resultados previstos.

Quando uma cooperativa de crédito apresenta ações positivas junto aos associados por meio de parcerias estratégicas, é viável reduzir a informalidade e a fortalecer a economia de uma região por uma série de fatores, como:

  • geração de postos de emprego para cidadãos com pouca qualificação;
  • mais oportunidades de aumentar a renda de segmentos sociais menos favorecidos;
  • criação de um ambiente mais favorável para investimentos de empreendedores individuais e de micro e pequenas empresas;
  • mais possibilidades de os cidadãos terem autonomia para saírem de programas sociais do Governo, o que permite ao poder público investir mais em serviços estratégicos, como infraestrutura, saúde e educação.

Entenda a importância do apoio cultural

Com certeza, as parcerias são imprescindíveis para uma cooperativa de crédito obter a confiança dos associados e de diversos segmentos da sociedade. Porém, é preciso fazer com que o dinheiro concedido aos clientes contribua para o dinamismo da economia local de maneira consistente.

Uma forma de alcançar esse objetivo é por meio do apoio cultural. Ou seja, fazer com que os recursos financeiros sejam aplicados em atividades com grande potencial para gerar renda e atrair pessoas de várias regiões para um município.

Imagine que uma cidade tem o artesanato como uma atividade importante para a geração de emprego e renda. Nesse caso, as cooperativas de crédito e o poder público podem promover ações voltadas para reduzir a informalidade e estimular o comércio.

Por exemplo, é possível fazer uma campanha em que os empreendedores possam participar de feiras para a venda de produtos, desde estejam devidamente cadastrados e aptos ao pagamento de taxas e impostos.

Com a possibilidade de mostrarem o trabalho em espaços bem organizados, as chances de vender aumentam consideravelmente. Assim, os empreendedores apresentam mais condições de manterem o negócio ativo e de contribuírem para o aumento da formalidade e da arrecadação.

Nesse caso, todos vão sair ganhando. Os trabalhadores terão mais segurança ao desenvolver as suas atividades. As cooperativas terão clientes mais bem atendidos, o que favorece a concessão de mais empréstimos. E o setor público terá mais recursos para apoiar o desenvolvimento local.

A criação de espaços como shoppings populares e feiras de produtos agrícolas é uma ótima maneira de fomentar a economia. Isso também contribui para os moradores não procurarem oportunidades de trabalho em outros municípios.

Fazer com que as pessoas tenham uma maior identidade com a cidade onde vivem é crucial para o desenvolvimento econômico.

Veja outras ações para fomentar a economia

A oferta de crédito e a criação de espaços para a comercialização de serviços e produtos são ações fundamentais para a geração de emprego e renda. Porém, é necessário que os empreendedores tenham uma maior noção de como tornar o negócio mais atrativo para o público-alvo.

Nesse caso, a cooperativa de crédito tem como responsabilidade mostrar os benefícios de regularizar o empreendimento. Ou seja, explicar as vantagens proporcionadas ao optar pela formalidade, como direitos sociais garantidos para os trabalhadores e mais facilidades na obtenção de empréstimos.

Também é interessante que uma cooperativa de crédito mostre para os empreendedores como é possível divulgar o negócio de maneira simples e econômica. Dependendo da atividade econômica, é interessante investir em mídia digital (site, perfis nas redes sociais etc.).

Dica: Aprenda como atrair mais clientes para o seu negócio

Imagine uma pousada em uma região com alto potencial turístico, mas que precisa atingir o público-alvo. Nesse caso, o empreendimento pode investir em perfis nas redes sociais e até em um blog para divulgar o negócio e fazer promoções para atrair os clientes.

A cooperativa, ainda, pode ajudar na formulação de parcerias com as empresas de turismo e com sites que atuam no segmento de compras coletivas.

Além de contribuir com a regularização e a viabilidade econômica do negócio, a entidade passa a atuar na estratégia de marketing. Isso faz uma grande diferença nos resultados a serem obtidos pelos empreendedores.

Outra medida que favorece os micro e pequenos empresários é criar uma legislação que os favoreça nas compras governamentais em um município.

A criação desse mecanismo pode contar com o apoio da cooperativa de crédito que indicará os setores que podem ser mais beneficiados com essa iniciativa. Podem ser estabelecidas regras que ofereçam vantagens aos empreendedores locais ao participarem das licitações promovidas pela Prefeitura.

Hoje, as compras de merenda escolar, em algumas cidades, são feitas com produtores rurais da região onde estão os colégios. Assim, a administração pública dá mais segurança para os trabalhadores manterem as atividades e terem uma renda garantida para expandir o negócio e sustentar a família.

O texto te ajudou a saber como fomentar a economia local com ajuda de uma Cooperativa? Então compartilhe ele em suas redes sociais para que mais pessoas também saibam!

Categorias: Economia Local