Comportamento

Como fazer investimentos corretamente para alcançar metas e objetivos?

Fazer investimentos é um dos atalhos para conquistar os seus objetivos pessoais e aumentar o seu capital. Um dos maiores erros dos brasileiros é deixar o dinheiro parado na poupança, já que, apesar de significar um ganho mensal, ela perde para outros produtos financeiros, que têm maior rentabilidade.

Por meio das instituições financeiras é possível encontrar outras opções que rendem mais e têm a mesma segurança que a poupança. Porém, deve-se montar um planejamento para deixar esse dinheiro investido. Uma dica, por exemplo, é destinar uma parte do salário todo mês para aplicações.

Quer entender a importância de investir o seu dinheiro, mesmo com poucos recursos? Continue a leitura e realize os seus sonhos!

Qual a importância de investir corretamente?

Você já teve a sensação de que o seu salário não dura o quanto deveria? Por falta de planejamento ou pelo descontrole nos gastos, muitos brasileiros não guardam nenhuma porcentagem dos seus rendimentos mensais, o que impossibilita a acumulação de capital e a criação de patrimônio.

Com o investimento, é possível aumentar os ganhos mesmo com pouco dinheiro. O grande segredo é não ter pressa: defina as suas metas para os próximos anos e aplique uma parte do seu salário todo mês. Depois de alguns meses, a retirada permite uma renda extra para a família e uma maior flexibilidade de orçamento.

Dica: Entenda a importância e como rever seus hábitos financeiros neste novo ano

Investir o seu dinheiro permite que você realize essas metas sem se comprometer financeiramente. Além disso, existe a chance de expansão dos seus negócios com essa renda adicional, o que pode significar um faturamento maior para a sua propriedade rural e, como consequência, um patrimônio mais volumoso.

Uma das dificuldades para começar a investir é a falta de conhecimento. Dessa forma, é importante procurar empresas que tenham essa solução em investimentos dentro da sua plataforma, como a Cresol. Pelo site, é feita a consulta nas aplicações disponíveis, o tempo de resgate e o rendimento.

Como se planejar para fazer os investimentos da melhor forma?

Para otimizar a sua renda com os investimentos, é necessário um planejamento para alocar os seus recursos. O primeiro passo é criar uma reserva de emergência, que é um dinheiro que deve ficar guardado para ser utilizado em situações especiais. O ideal é que você deixe alguns meses de salário separado, que será o seu sustento em caso de problemas.

Outra conta fundamental é o seu orçamento mensal, destinado para pagar as despesas fixas e variáveis. Com esse valor, é possível separar uma parte dos seus ganhos para investir em aplicações que rendem mais do que a poupança. Mesmo com os juros baixos (6,5% ao ano), a renda fixa é uma opção segura e rentável de aumento de patrimônio.

Dica: Como quitar despesas do início do ano com o crédito da Cresol

Com o dinheiro separado para realizar os investimentos, o passo seguinte é definir as suas metas. Não é obrigatório ter somente uma — uma viagem daqui a um ano e a compra de um novo equipamento em três meses são dois exemplos. Isso é fundamental para você definir o tempo de resgate.

Vale ressaltar que, durante essa carência, ou seja, durante o tempo de investimento, o capital não está disponível para retirada. Isso explica a importância do planejamento, já que esse dinheiro não deve fazer parte dos seus gastos mensais e nem da sua reserva de emergência. Essa separação garante uma otimização nas suas aplicações.

Quais os tipos de investimentos sugeridos?

Apesar de render uma porcentagem todo mês, a poupança não é considerada um bom investimento, já que os seus ganhos são mais baixos do que o das outras opções existentes no mercado financeiro. Dessa forma, o ideal é procurar um produto que se adéque às suas metas, principalmente na questão do prazo.

Os investimentos são divididos, principalmente, entre renda fixa e renda variável. Eles são completamente diferentes entre si e alguns são recomendados somente para especialistas. Confira!

Renda fixa

A renda fixa é o tipo de investimento mais recomendado para quem não tem experiência no mercado financeiro e não tem tempo suficiente para se especializar. A sua principal vantagem é o baixo risco, já que as cooperativas de crédito, como a Cresol, fazem parte do Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito (FGCoop) que garante a devolução de até R$ 250 mil por CPF em caso de problemas com a instituição financeira.

Na Cresol existem aplicações para todos os prazos (pequeno, médio e longo), além da aplicação programada. Nesse caso, o cliente escolhe um dia e, automaticamente, o sistema investe o valor todo mês. Essa solução é muito prática, já que o usuário não precisa se lembrar todo mês desse investimento.

Dica: Saiba quais tipos de crédito podem ser usados para quitar dívidas

A remuneração desses produtos é balizada pelo Certificado de Depósito Interbancário (CDI), que atualmente vale 6,40% ao ano. Um benefício das aplicações mais longas é o imposto de renda regressivo, ou seja, o percentual perdido dos ganhos é menor depois de alguns anos. Vale destacar que as aplicações inferiores a 30 dias têm IOF.

Uma vantagem do investimento em cooperativas é a participação nos resultados. Após alguns meses, o cooperado recebe um percentual extra, o que amplia os seus ganhos. Além disso, a cooperativa também tem consultores de investimentos, que podem auxiliar o cliente com dicas e oportunidades.

Renda variável

A renda variável, que é mais conhecida pelo mercado de ações, é outra opção para aumentar os seus ganhos. Porém, ela não é recomendada para quem não tem experiência, já que os riscos envolvidos nas operações são maiores e, sem conhecimento suficiente, o investidor pode ficar sem dinheiro.

Dessa forma, o mais indicado para conquistar as suas metas é procurar produtos com boa rentabilidade e risco zero, já que você terá a garantia de que, após os meses da aplicação, o seu dinheiro será depositado ou creditado na conta com os ganhos do período. Nas ações, a incerteza é enorme. 

Ao fazer investimentos você aumenta os seus ganhos e fica mais próximo dos seus objetivos. Seja para realizar uma viagem diferente ou para investir na sua propriedade rural, multiplicar a sua renda por meio de produtos diferentes da poupança garante uma flexibilidade financeira maior e uma vida mais confortável. Existe coisa melhor?

Na Cresol, basta escolher a data de aplicação do seu dinheiro que ele começa a render. O resto é com a gente!

E então, o texto te ajudou a aprender mais sobre investimentos? Compartilhe ele em suas redes sociais para que mais pessoas sejam ajudadas também!

Categorias: Comportamento