Soluções Financeiras

Saiba como calcular o lucro anual da sua micro ou pequena empresa

Muitas vezes, sobra menos dinheiro no final do mês do que você previu na conta da sua empresa? Seus resultados ficam abaixo do esperado? Bom, talvez seja a hora de aprender como usar o DRE para fazer uma análise financeira de um negócio e calcular o lucro anual da empresa.

A primeira pergunta a ser feita é se o empreendimento é lucrativo ou não. O DRE mostrará isso por meio do lucro operacional e, com essa informação em mãos, é possível fazer análises importantes sobre, por exemplo, como vender mais pode gerar prejuízo e não lucro.

Interessado? Continue lendo e entenda como isso funciona!

Dica: Tudo que você precisa saber sobre o crédito rural

O que é DRE e como ele é composto?

A Demonstração do Resultado do Exercício é um relatório contábil que funciona como um raio-X financeiro de uma empresa. Com ele, você consegue saber se sua empresa teve lucro ou prejuízo, comparando receitas e despesas.

O DRE leva em consideração o seu faturamento, subtraindo o custo das mercadorias ou do serviço. Com essa conta, você encontrará o seu lucro bruto.

Dica: Saiba como formar um preço de venda alinhado com o lucro desejado

Então, subtraindo as despesas e acrescentando receitas financeiras — como as aplicações, por exemplo, que não fazem parte da atividade da empresa em si — você encontrará o seu lucro, ou prejuízo, antes de impostos. Finalmente, depois do pagamento de impostos, você chegará ao seu lucro líquido.

Diante disso, o segredo para elaborar um DRE corretamente é saber onde cada item se encaixa. Existe uma ordem já estudada dos itens, que precisa ser respeitada para que esse documento seja elaborado.

Como construir um DRE?

A grande mágica do DRE é quebrar as despesas em diferentes categorias, tais como impostos, despesas variáveis, despesas fixas e gastos com pessoal.

O subtotal dessas categorias faz com que o empresário saiba onde o dinheiro da sua empresa está sendo alocado.

Confira, detalhadamente, os itens que compõem uma Demonstração de Resultados do Exercício:

  • receita bruta: total de vendas do produto ou serviço da empresa;
  • impostos: depende do enquadramento contábil da empresa;
  • lucro bruto: a receita total menos os custos variáveis;
  • despesas variáveis: variam de acordo com a produção do seu produto ou prestação do serviço;
  • lucro operacional: a receita menos impostos e encargos financeiros;
  • despesas fixas: gastos que independem de produção ou vendas;
  • gastos com pessoal: todos os gastos com funcionários.

Assim, quanto mais detalhadas as informações, maior será o seu controle operacional. Você pode optar por fazer uso de um simulador de DRE, para elaborar uma Demonstração do Resultado do Exercício.

Qual é a importância do controle periódico dos resultados da empresa?

Diversas vezes, o empreendedor acha que a sua empresa está sendo lucrativa, mas isso não é exatamente a verdade.

Muitos empresários tendem a prestar atenção apenas no faturamento, e se esquecem de fazer uma análise mais profunda, para saber a quantia que realmente entra no caixa.

Como dissemos, o DRE detalha as despesas, para te ajudar a saber onde o seu dinheiro está indo e onde você pode melhorar para aumentar a sua lucratividade.

Dica: Planejamento financeiro para 2019: tudo o que você precisa saber

Vale lembrar, por exemplo, que nem sempre vender mais significa mais lucro. Dependendo das circunstâncias, você pode ter prejuízo mesmo aumentando a suas vendas — e, se o lucro operacional negativo não é identificado, mais vendas significam mais perdas.

Assim, o DRE serve para nortear o empreendedor sobre os resultados, sendo uma ótima ferramenta de análise para gestores e possíveis investidores, por proporcionar uma visão completa da situação financeira e garantir tomadas de decisão embasadas.

Com o DRE, dados de sazonalidade do mercado, por exemplo, podem ser identificados e trabalhados de forma a não prejudicarem o sucesso do seu negócio. Afinal, você não será pego de surpresa quanto a uma possível queda de faturamento.

Em resumo, boas decisões são tomadas baseadas em números. Logo, conhecendo os números reais da sua empresa, você terá grandes chances de traçar estratégias eficazes para o negócio.

Como calcular o lucro anual da empresa?

Para saber se a lucratividade da empresa está sendo positiva, é preciso chegar ao lucro operacional do seu negócio. Segundo a Endeavour Brasil, lucro operacional é “o lucro gerado única e exclusivamente pela operação do negócio, descontadas as despesas administrativas, comerciais e operacionais”.

Nesse sentido, caso ele seja negativo, significa que quanto mais você vende, mais dinheiro você perde. Ou seja, nesse caso você está, literalmente, pagando para trabalhar.

O cálculo do lucro operacional é feito da seguinte forma:

lucro operacional = lucro bruto – despesas operacionais + receitas operacionais

Agora, vamos detalhar os itens que compõem essa equação:

  • lucro bruto: é o valor faturado menos o custo do produto ou serviço, sem contar impostos, despesas e outros custos variáveis;
  • despesas operacionais: custos administrativos e relacionados às vendas;
  • receitas operacionais: é o resultado das vendas que envolvem a atividade-fim da empresa.

Quais são as formas de melhorar a lucratividade da empresa?

Caso o seu lucro operacional esteja negativo, você pode pensar em diminuir despesas com insumos — comprando mais barato dos seus fornecedores. Outra opção é melhorar os processos de produção, de forma que você tenha despesas variáveis menores, ou seja, menos gastos para produzir.

Você também pode optar pelo aumento de preço, mas pense bem e analise se o mercado comporta esse tipo de decisão. Se você aumentar o valor de venda do seu produto ou serviço e o seu volume de negócios diminuir, poderá entrar em um buraco financeiro ainda maior.

Já para um cenário com lucro operacional positivo, o que pode ser feito é uma análise das despesas fixas, aquelas que não estão relacionadas às vendas.

Dica: Análise financeira da empresa: aprenda como fazer!

Pode ser estudada, nesse caso, a redução de gastos com mão de obra, que é um dos principais custos de uma empresa no Brasil. E, reduzindo despesas fixas, você consegue melhorar o seu lucro líquido no período!

Enfim, sabendo o que é um DRE e como montar esse relatório contábil, ficará muito mais fácil calcular o lucro anual da sua empresa. E a boa notícia é que você não precisa fazer isso manualmente.

Hoje em dia, existem diversos sistemas e aplicativos que montam o seu DRE para você. Uma ótima opção é o Quickbooks Zeropaper: gratuito, ele foi criado pensando em micro e pequenos empresários que não têm muito tempo sobrando, mas que precisam conhecer a saúde financeira da sua empresa.

Gostou de aprender como calcular o lucro anual da empresa? Então aproveite e compartilhe este texto com seus amigos!

Categorias: Soluções Financeiras